smack

Archive

Mein Cãopf

Archive

Mein Cãopf

VIDEO

01 / 01

  1. Mein Cãopf

Atualidade

Mein Cãopf

A polícia escocesa deteve o dono de um cão de raça pug por causa de um vídeo em que o animal faz a saudação nazi reagindo ao comando "Sieg Heil!". A expressão alemã, que significa "Viva a vitória", é uma saudação nazi utilizada durante o período de Hitler. No vídeo, o pug levanta a pata direita à semelhança do que os soldados faziam para saudar o seu líder. O cão também reage às frases do dono sobre o extermínio de judeus

  • 0:45
    Prora, 4 km de um sonho nazi deixado a meio

    Atualidade

    Antes de eclodir a segunda guerra mundial, Hitler tinha um plano para "unir os nacionais socialistas através da alegria". O resultado foi Prora, um sonho nazi deixado a meio.

  • 0:53
    Indignação ariana

    Atualidade

    Depois do lançamento do trailer de Wolfenstein 2: Shadow of the Colossus, a internet encheu-se de ultraje. Não pela sua trivialização dos horrores da 2ª Guerra Mundial mas porque foiconsiderado "politicamente correto" pela Alt-Right e por dar uma imagem negativa aos nazi

  • 0:47
    Tubarão Encontrado Morto com Sacos de Plástico no Estômago
  • 2:09
    Universidade da Vida - Etiqueta num funeral
  • 2:13
    They've made a HUGE mistake
  • 1:10
    Sustentabilidade vs União Europeia
  • 3:46
    Quanto plástico cabe numa sandália?
  • 0:54
    Comprarias ténis feitos de plástico apanhado das praias?
  • 0:56
    Upcycling de brinquedos de plástico
  • 1:08
    A ironia num anúncio da Galp
  • 1:09
    Freddy Krueger sem mão
  • 0:55
    Mulheres afro-americanas numa profissão de homens caucasianos
  • 1:08
    Jet Li preocupa a internet
  • 1:06
    Instagram decide salvar amizades
  • 1:07
    Uns ténis, uns ténis, o meu reino por uns ténis!
  • 1:56
    Universidade da Vida - Como fazer férias baratas
  • 3:57
    Ativismos | Climáximo
  • 32:47
    Miguel Morgado arrasa Sócrates
  • 2:26
    As correntes oceânicas estão a parar?
  • 5:27
    Ativismos | Lixo Zero Portugal
  • 2:06
    Europa vai cortar nos fundos porque tem outras prioridades