smack

Archive

Razões suficientes

Archive

Razões suficientes

VIDEO

01 / 01

  1. Razões suficientes

Entretenimento

Razões suficientes

O número de suicídios a nível mundial é um valor que todos devemos ter em mente. 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos. A série da Netflix "Por 13 Razões" mostra como os jovens tratam o suicídio ou a mutilação e isso está a preocupar os educadores por esse mundo fora. Querem que os filhos assistam à série acompanhados por um adulto. Os produtores, por outro lado, acreditam que só apresentando esta situação de uma forma realista, podem ajudar a tratar o tema

E tu? Achas que esta polémica tem razão de existir? Partilha este vídeo e diz o que pensas nos comentários

E tu? Achas que esta polémica tem razão de existir? Partilha este vídeo e diz o que pensas nos comentários

  • 1:04
    Lá se vão as nossas séries, jogos, programas...

    Entretenimento

    Os argumentistas norte-americanos estão a ameaçar com nova greve. "E o que é que eu tenho a ver com isso?", já vos ouvimos a perguntar. A resposta é simples: são os argumentistas que escrevem os argumentos e sem eles não há jogos, programas de entretenimento, episódios de séries, etc. Ecoando o que se passou em Hollywood, há 10 anos atrás, se não existir algum acordo e a greve avançar, podemos esperar algumas semanas de conteúdos muito piores do que o habitual

  • 0:54
    Hollywood não acerta uma

    Entretenimento

    O novo filme The Assignment, a estrear em Portugal, conta a história de um assassino que acorda e percebe que sofreu uma cirurgia que lhe alterou o sexo. O herói, Frank Kitchen, passa assim a ser uma heroína. Até aqui tudo bem, esta é uma história mesmo à filme de ação e este promete ser um êxito de bilheteira. O problema é que para o papel principal foi escolhida a atriz Michelle Rodriguez e há muita gente a dizer que a escolha deveria ter recaído sobre uma atriz transgénero. Nos últimos tempos, Hollywood tem feito umas escolhas muito erradas no que toca a casting. Vê por ti próprio alguns casos

  • 2:02
    Em Hollywood, elas também ganham menos

    Atualidade

    Parece mentira mas não é: em pleno ano de 2017, as mulheres recebem menos ordenado que os homens. Os trabalhos são iguais, as obrigações e os desempenhos também, mas o dinheiro que elas levam para casa acaba por ser muito menos. E ao contrário do que se possa pensar, esta é uma situação que se repete um pouco por todo o mundo, incluindo no mundo de Hollywood. A última voz a levantar-se foi a da atriz Jessica Chastain e nós no SMACK aproveitámos a boleia e decidimos explicar-te o que é o feminismo. E tu? Achas normal que em 2017 ainda seja preciso lutar contra estes problemas? Partilha este vídeo e faz-te ouvir nesta luta!

  • 1:11
    Muçulmana alvo de racismo num café na Califórnia
  • 32:47
    Miguel Morgado arrasa Sócrates
  • 1:05
    Assalto ao Dia da Mãe
  • 3:42
    6 Momentos em que Eurovisão foi Demasiado Política
  • 1:09
    As freiras e a comunicação digital
  • 1:06
    Queres ir ao baile tigre?
  • 1:10
    Por um guião mais justo
  • 0:39
    Será esta a linha de lingerie mais inclusiva de sempre?
  • 1:59
    Universidade da Vida - Como utilizar redes sociais como um profissional
  • 5:20
    Ativismos | PATAV
  • 1:23
    Pequeno Almoço à la Lego
  • 1:06
    Humilhação de Penas
  • 1:09
    Cocktail mongol
  • 0:42
    O que é um saco azul?
  • 0:56
    Plantas IKEA vítimas de bullying
  • 1:40
    Universidade da Vida - Como decidir se deves ter filhos
  • 2:26
    As correntes oceânicas estão a parar?
  • 5:27
    Ativismos | Lixo Zero Portugal
  • 2:06
    Europa vai cortar nos fundos porque tem outras prioridades